sexta-feira, 25 de fevereiro de 2011

Decepção



E a vida nos ensina que por maior que seja a dor, a decepção não vai nos matar e sim nos ensinar a viver.

Aprendi que não vale a pena acreditar nos sonhos, na vontade de ser feliz, de amar, de sorrir... Não vale a pena investir meus sentimentos no outro, pois não sei o que se passa dentro do seu coração.

Por mais sensível que seja meu ideal, talvez eu sonhe sozinha, acredite sozinha, ame sozinha,de nada adianta se não consigo tocar o coração de quem escolhi para amar e ser amada...

Decepção nos ensina a viver, injustamente no momento que tive um restinho de esperança, e é nessa pontinha que a gente aposta, se doa, ama, sorrir, se entrega, acaricia o coração de alegrias, de promessas... Por um momento que durou uma eternidade eu ACREDITEI que seria POSSÍVEL.

Bom seria que não houvesse desperdício de sentimento, pq não se deve jogar no lixo aquilo que pode ser um alicerce para uma vida a dois: AMOR, CONFIANÇA E DIÁLOGO.

Quando duas pessoas estão juntas, se olham, se tocam, se falam com olhares,um entende o querer do outro,procuram esclarecer duvidas, se deixam levar pela "loucura" de seguir o coração, se unem com as mãos, seguem essa vontade de estar "matando" a saudade... COMO SE CHAMA ESSE SENTIMENTO?

Eu achei que fosse AMOR.

Um comentário:

  1. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir