terça-feira, 11 de abril de 2017



Entre Recaídas e Recomeços vamos vivendo essa vida.
É aquele amor que você achou que havia esquecido e a saudade volta a bater na sua porta…
o amor que você achava ser o maior e melhor do mundo e de repente descobre que não valia o teu salto quinze.
é aquele amigo que te enganou, puxou teu tapete e te jogou no chão..
Aquela ferida que você achou que estava cicatrizada e voltou a machucar, voltou a sangrar.
Aquela mágoa do passado que você guardou na gaveta do coração , mas esqueceu de trancar!
é o emprego que não deu certo, a saúde que fraquejou, o filho que não dá sossego, o marido que enganou. E assim, vamos vivendo entre recaídas e recomeços em meio ao caos, tendo que juntar novas energias , buscar novas forças pra recomeçar com fé e dignidade sem perder a sua verdadeira essência, sendo forte e valente, porque a vida é isso, uma imensa roda gigante que te joga pra cima e pra baixo, mais tudo no intuito de te fazer crescer e amadurecer, porque, o que ela quer de você é, CORAGEM! E só chega até o fim quem for ousado e sem medo de dar a cara tapa. Sem medo de demonstrar suas fraquezas, sem constrangimento de expor defeitos, mas se deixando destacar por suas qualidades e recomeçando lindamente do nada em meio á tudo.

sexta-feira, 3 de julho de 2015

Pelo menos vou tentar...

Se me perguntarem como estou,eis a resposta: Estou indo.Sem muita bagagem.Pesos desnecessários causam sempre dores desnecessárias.Esvaziei a mala,olhei no fundo dela,limpei,e estou indo preenche-la com coisas novas.Sensações novas,situações novas,pessoas novas.Tudo novo.

quinta-feira, 2 de julho de 2015


Quando criamos muita expectativa em alguém, ou em alguma coisa parece clichê isso, parece repetitivo, mas é real , é verdadeiro, que as chances de decepção, são todas.
É duro, é difícil, quando investimos todas as forças, gastamos todas as energias , quando apostamos todas as fichas em um acontecimento e ele simplesmente, não acontece e assistimos tudo indo por água abaixo, toda aquela esperança depositada ,tudo que acreditávamos, se esvaindo. E caídos e já sem forças, temos que retomar tudo, seguir catando os cacos, tentando nos refazer. Claro que ficarão os remendos, as marcas, as muitas cicatrizes; e sabe como chamamos isso? experiência,maturidade, vivência. Siga sim, seus sonhos, invista, lute, mergulhe de cabeça,mas não espere nada de ninguém, não espero retornos positivos, porque geralmente eles não vem. Não espere elogios, e mãos te aplaudindo em meio a platéia, porque não será assim, ao contrário, virão críticas severas, do tipo, ah! você devia ter feito assim, ah! você devia ter falado assim ou ter seguido o caminho tal. Enfim aquele grupo que sempre fica na espreita esperando os acontecimentos negativos na vida da gente pra criticar, colocar agouro, nos desanimar. Então, siga as suas intuições, ouça a voz do seu coração ele costuma ser um grande guia, um grande mestre, quando o ouvimos com sabedoria e atenção.
Se tudo que você investiu der certo, ótimo, serão só sorrisos, se não, ao menos você tentou, mas nada de fazer algo contando com alguém, porque as pessoas falham, as pessoas mesmo gostando de você podem sim, te magoar, simplesmente , porque são humanas, sujeitas á todo tipo de sentimento e falhas. Faça a sua parte, viva com dignidade e preservando a sua essência á todo custo.Acalme esse coração. 

quarta-feira, 24 de junho de 2015




Superar é quando a gente lembra ou é obrigada a lembrar pelos acasos da vida e ver que aquilo não machuca mais.. e até conseguimos brincar “ estou pronta pra outra”.. pena que até lá e isso acontecer, temos sempre que passar por um martírio.. simplesmente porque temos um coração..
Simplesmente porque não dá para sentir e deixar de sentir assim “no estalo dos dedos”, assim como é quando passamos a gostar, de repente e do nada, puf lá está você apaixonada.. muito injusto a gente não conseguir deixar de gostar da mesma forma que começou a gostar..muito injusto começar a gostar com um sorriso e ter que deixar de gostar com uma lágrima..

terça-feira, 23 de junho de 2015





Tudo começou tão intenso e olhe para nós agora, separados e machucados. Não espero que você entenda meus motivos logo de cara, eu mesma demorei para entender. Tivemos momentos maravilhosos e terríveis, nós vivíamos em uma montanha-russa de sentimentos, foi incrível e devastador ao mesmo tempo. Agora, me vendo fora dessa relação eu percebo: Intensidade é bom, mas em doses homeopáticas.